Investindo para o futuro

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que estejam bem, apesar de tudo o que lhes traz sofrimento. Desejo a vocês a plena capacidade para viverem e conviverem!

Gostaria de compartilhar com vocês hoje aqui um pouco de uma conversa que tivemos em um dos grupos de acolhimento emocional Synergia sobre como semear de tal maneira que colhamos a realização dos nossos sonhos.

Alguém disse que depois do home-office não sabia bem o que fazer com o seu tempo. “Tenho os trabalhos domésticos, os livros para ler, os cursos para fazer, o marido para cuidar, a família para atender…”

Então começamos a falar sobre o que desejamos alcançar e como fazê-lo.

Aí então tive uma inspiração para falar que na maioria das vezes não pensamos em paz interior, cuidados emocionais nem resoluções subjetivas como fatores decisivos para o sucesso que perseguimos. Apesar disso, ninguém constrói seguramente sem esses fundamentos preliminares.

Queremos dinheiro, autoridade, bom relacionamento e liberdade, mas não imaginamos o quanto uma resolução interior pode fazer a diferença nesses assuntos.

A psicoterapia corporal muda o nosso semblante. Uma conversa muito diferente começa depois de uma massagem bem feita nos nossos pés.

O que está do lado de fora, sua vida pública, somente permanecerá se você crescer intimamente.

Muitas pessoas se lembram do ditado, “cabeça vazia é oficina do Diabo”. Mas o “Diabo” geralmente está relacionado com a dor de cabeça que temos para começar a desenrolar a nossa vida.

Debaixo de um toque bom e na presença de um homem sadio, torna-se possível uma conversa desarmada. E sem defesas altas podemos admitir que tomamos algumas curvas indevidas e até hoje sofremos as consequências disso.

O que mais gosto sobre a psicoterapia corporal é que depois que o castelo sem bases desmorona, então um outro muito maior e mais bonito toma o seu lugar.

Covardia aprisiona a pessoa em uma vida medíocre e assustada, menos do que o melhor e mais prazeroso. Mas a coragem relacionada com a retomada da integridade começa com dores, mas termina em festa perene.

Por que é tão difícil nos olharmos no espelho e enxergarmos uma pessoa iluminada, sadia, rica e bem-aventurada?

Se você se machucar para conquistar, então quando o tempo avançar você chegará ao repúdio daquele doce. Mas se você se recusar a se machucar, então vai conquistar de verdade, pois jamais deixará de amar e amar-se.

Talvez eu ainda não tenha alcançado o seu coração, mas quero me candidatar a ser um guardião da sanidade da sua família. Não estou falando de voluntariado, estou falando de trabalhar profissionalmente para colocar a sua família de pé.

O que fiz com minha família, posso fazer pela sua também.

Sua vida não precisa ser um grande desconforto, nem sua saúde uma inimiga, nem sua miséria uma sentença.

Considere a possibilidade de receber um tratamento profissional na comodidade da sua casa que possa trazer para a mesa da sua família uma nova cabeça, a sua livre de ranço, mágoa ou outros sentimentos mal resolvidos.

O Projeto Terapêutico Toque Divino oferece consultas psicológicas como outra modalidade de tratamento de psicoterapia corporal.

Tenham todos uma boa semana!

Atenciosamente,

Rafael.

_

Rafael Caldeira de Faria

Psicólogo corporal

CRP 06/89471

 

Em busca de palavras

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que despertando para a vida, juntos e amados. Vocês têm tudo o que necessitam!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre nossa necessidade de palavras certeiras.

Todos já passamos por momentos de decisão, quando fomos passados por um frio na barriga diante da expectativa grandiosa de uma palavra pública.

O que posso dizer diante da eminência que provém do outro? Todos somos muito grandes em dignidade e valor essencial. Uma barreira humana é quase intransponível.

Queremos aprender a dizer algo que comunique a nossa alma, algo que encontre no outro a nossa própria conexão.

Muitas vezes é muito difícil encontrar uma palavra apropriada nos nossos exercícios de preparação. Mas a palavra oportuna é o presente daquele que vive em estado de consagração.

O gênio tem sempre uma palavra apropriada. Queremos ter o que ele tem, mas estamos dispostos a pagar o preço que ele paga?

Consagração não é o mesmo que sacrifício do eu. Mas é o resultado pela escolha corajosa do verdadeiro eu, mesmo diante de prejuízos temporários.

O que se requer de nós é que vivamos respeitosamente, cuidando da e confiando na nossa vida verdadeira. Silêncio, resguardo e bons limites são fundamentais.

A potência do homem vem em ondas de ação. Atividade e derramamento seguidos de introspeção e autocuidado.

E se você acreditasse que possui uma fonte inesgotável de boas palavras aí dentro de você? Capacidade para comunicar o que existe de mais sagrado, capacidade para abrir as comportas dos tesouros alheios ao serviço do bem comum?

O primeiro e o último nível do toque terapêutico é uma palavra certeira, a cura que reveste e sustenta toda cura.

Precisamos de uma linda palavra no dia de hoje. A sua palavra é tudo o que precisamos.

Será que você ainda se lembra do quão imprescindível é a sua contribuição?

Faça o bem a si mesmo e também ao seu próximo, e então nos diga quem é você, seu verdadeiro eu.

Através de uma doce palavra você também pode trazer à realidade um mundo melhor.

Guarde os seus lábios, guarde a sua vida.

Hoje é tempo de reconhecer a alegria de termos algo original a dizer.

Não se traia nem se distraia, mas descanse daquilo que mais ama e se conecte com as suas súplicas indizíveis uma vez por semana.

Se você alternar a sua tensão habitual por um dia de relaxamento, renovará seu acesso às fontes que jamais terão fim.

Sua palavra conta!

Atenciosamente,

Rafael.

_

Rafael Caldeira de Faria

Psicólogo corporal

CRP 06/89471